domingo, 25 de outubro de 2015

O Chanceler da Áustria alerta contra possível colapso da União Europeia devido à crise dos imigrantes
      
///////\\\\\\\

 Resultado de imagem para Sputnik News     
Sputnik News (24 de outubro de 2015)
tradução mberublue                           

Com milhares de imigrantes adentrando os Estados Europeus, o Chanceler da Áustria, Werner Faymann, adverte contra um possível colapso da União Europeia face o problema.

MOSCOU (Sputnik) – No domingo, espera-se a realização de uma reunião de cúpula a ser levada a efeito em Bruxelas para discutir o enorme problema causado pela crise de imigrantes e os meios de resolvê-la.

 “Temos agora que encarar o discurso de uma Europa comunitária ou um colapso silencioso da União Europeia. Uma da formas de resolver o problema é onerosa, difícil e supostamente de longo prazo e a outra deverá nos levar ao caos”, disse o chanceler austríaco Werner Faymann ao jornal austríaco Kronen Zeitung no sábado.

Acrescentou que garantir a segurança das fronteiras externas da União Europeia é importante, mas a construção de muros pelos Estados da União Europeia não resolverá o problema.

A Europa está sofrendo o maior fluxo de imigrantes já vistos desde sempre nos últimos meses, imigrantes estes vindos dos países assolados pela guerra no Oriente Médio, Norte da África e África SubSaariana. De acordo com estimativas da agência de fronteiras europeias Frontex, o número de imigrantes que cruzaram as fronteiras externas do bloco nos últimos nove meses de 2015 excedeu a cifra de 710.000 pessoas.

Vários Estados da União Europeia não querem ser via de passagem para as movimentações de imigrantes que se dirigem aos países mais ricos do bloco. Consequentemente, constroem muros em suas fronteiras mesmo levando em consideração que seus vizinhos estariam dentro da área, Shengen, em tese sem fronteiras.


Sputnik News.