sábado, 24 de outubro de 2015

A Rússia obtém autorização do governo Iraquiano para bombardear o EI no Iraque.       

Desde a invasão de Mosul pelo Estado Islâmico, o governo iraquiano está enfrentando um vácuo de segurança na área.


pela Agência Anadolu       
Tradução mberublue                     

O governo iraquiano autorizou a Rússia a bombardear os comboios do Estado Islâmico que ´provenham da Síria, disse um alto funcionário do governo Iraquiano.


A autorização para que a Rússia atinja alvos do Estado Islâmico dentro do Iraque aconteceu no contexto da coordenação de segurança entre Iraque, Rússia, Irã e Síria.

O presidente para a segurança do Parlamento Iraquiano, Hakem al-Zamli, disse à Agência Anatolu nesta sexta feira que a medida certamente contribuirá para o enfraquecimento do Estado Islâmico, ao cortar suas rotas de suprimentos.

A Rússia, um aliado do regime de Assad na Síria, começou a bombardear alvos localizados na Síria em 30 de setembro de 2015. De acordo com informações do Kremlin, o objetivo dos bombardeios é o enfraquecimento do grupo terrorista Estado Islâmico, um inimigo declarado do regime.

A Turquia, e vários outros países ocidentais, no entanto, acusam a Rússia de estar na realidade alvejando grupos moderados na Síria que se opõem a Assad, muitos dos quais têm apoio de Ancara e Washington.

O Iraque enfrenta um vácuo de segurança desde junho de 2014, quando o Estado Islâmico invadiu o norte da cidade de Mosul e declarou um califado ao seu próprio estilo, em partes do Iraque e da Síria.



© Anadolu Agency 2015