sábado, 26 de abril de 2014


                

                Os cães ladram...

Por btpsilveira.


               As palhaçadas relacionadas à aplicação de sanções econômicas realmente fortes contra a Rússia parecem não ter fim. Ainda desta vez, Obama e seu séquito de fantoches aparentemente estão a latir bem alto, mas não passa disso. Tornou-se claro que a Europa não quer e não pode aplicar sanções realmente fortes contra a Rússia. Vários fatores levam a isso: a desilusão de alguns governos com o golpe em Kiev, proporcionada pelas notícias cada vez mais freqüentes de descalabros cometidos pelos doidos instalados no governo ucraniano; a dependência da Europa em relação ao comércio bilateral com a Rússia e sua dependência do gás russo; a patologia mania de mentir que parece ter assolado John Kerry; a percepção cada vez mais aguda de que, aplicadas as sanções, a Europa sofrerá, mas os Estados Unidos permanecerão distantes do problema, colhendo apenas ou louros de uma eventual vitória obtida por meio das sanções, etc.
            Estamos vendo mais uma rodada de consultas entre Obama e líderes europeus para “conversar” sobre a aplicação dessas sanções e que provavelmente darão em nada. A montanha parirá um rato mais uma vez e não haverá mudança sensível na situação.

            Quanto mais o tempo passa, melhor fica a situação russa no imbroglio criado com a risível “revolução” ucraniana. A próxima semana deve ser decisiva.